Nutrição Geral - Alimentação Vegetariana


Os bastidores de uma cozinha vegetariana rápida

Para os vegetarianos recém convertidos (e para ao veteranos também!) preparar as refeições pode não ser uma tarefa fácil. Para que a falta de tempo e de imaginação não o impeçam de prosseguir, veja o que lhe sugiro.

A preparação das refeições deveria ser um momento de verdadeiro prazer e descontracção. No entanto, não é assim, na maioria das vezes. A falta de tempo pode justificar a correria e falta de prazer sentidos enquanto se prepara a refeição. Mas esta atitude pode (e deve) ser mudada: mesmo com pouco tempo, pense no poder dos alimentos, na importância deles para a sua saúde e bem-estar.

Dê aos alimentos um pouco daquilo que eles lhe dão a si:

Vida!

Comece por escolher alimentos frescos com uma grande variedade de cores e texturas, para dar um impacto visual à sua refeição (para além de outras vantagens). Dedique algum tempo a tornar apetitosa a aparência dos seus pratos: jogue com as cores, com os formatos e a disposição dos alimentos; decore com um raminho de salsa ou hortelã, frutas, azeitonas, uma flor comestível, etc.

Seja em que altura for, coloque um toque de diferença e originalidade nas suas refeições, tornando-as mais apetitosas, interessantes e nutritivas. Experimente outros sabores e texturas e surpreenda-se.

Uma das grandes dificuldades sentidas pelos vegetarianos recentes é que as suas antigas refeições se baseavam em pratos de carne. Para resolver esse problema, pense na variedade de alimentos que a podem substituir:

Modifique as refeições tradicionais

Substitua simplesmente a carne/peixe das receitas tradicionais por proteína de soja texturizada, tofu, hambúrgueres de soja/tofu/seitan, salsichas vegetarianas, seitan, feijões e outras leguminosas. Utilize as mesmas técnicas culinárias ou experimente alternativas (consulte as nossas receitas).

Decida o menu com alguma antecedência

No dia anterior pense no que poderá preparar para o dia seguinte e planeie a refeição. Deixe feijões de molho (ou utilize os enlatados), corte o tofu em cubos e tempere com limão e sal (de véspera), deixe alguns legumes lavados, cortados e preparados, para fazer uma sopa ou vegetais cozidos/refogados.

Não coza os vegetais para além do tempo necessário - estará a poupar tempo e vitaminas!

Faça o dobro da comida necessária para uma refeição

Fazer o dobro (ou o triplo) de comida que come normalmente em cada refeição, significa que pode utilizar parte dela na refeição seguinte ou no dia seguinte, ou congelar uma porção para uso posterior. Significa também que terá mais tempo livre para fazer outras coisas, fora da cozinha!

Cozinhe grãos (arroz, cereais, etc.) e leguminosas (feijão, grão, lentilhas, ervilhas) em grandes quantidades, coloque-os em recipientes apropriados e com quantidade suficiente para outra refeição e congele. Pode também planear novos pratos aproveitando as sobras.

Não deixe faltar certos alimentos na sua despensa/frigorífico

Para evitar ser apanhado desprevenido sem nada para preparar, mantenha a sua despensa abastecida com alguns alimentos que têm períodos de conservação longos e são a base das refeições vegetarianas.

  • Tofu: é um alimento muito prático e existe embalado em vácuo, pelo que dura vários meses. Pode ser preparado em poucos minutos: refogado, assado, estufado ou mexido, colocado em sanduíches, empadas e sobremesas.
  • Grãos integrais, cuscuz, massas alimentícias, arroz integral e selvagem, etc.: com excepção dos grãos inteiros de cereais, todos os outros derivados cozem rapidamente (15-20 minutos).
  • Proteína de soja texturizada: colocada durante alguns minutos em água, este produto pode ser incorporado numa grande variedade de pratos de forno, estufados, sopas, etc.
  • Seitan, salsichas e hambúrgueres (embalados em vácuo)
  • Alimentos congelados: existe uma grande variedade de alimentos preparados e semi-cozinhados, que se podem revelar muito práticos quando dispõe de pouco tempo.

 

 

Abrir para Impressão... Enviar a um amigo... Topo Voltar